Ministro reafirma a centrais que reforma trabalhista não terá urgência

Representantes das centrais sindicais se reuniram na manhã desta quarta-feira (1) com o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira para discutir o Projeto de Lei que trata da Reforma trabalhista.

Na oportunidade, o Ministro afirmou que, atendendo a pedido das centrais, o governo concordou pela retirada da urgência do PL, porém pediu empenho para que os debates ocorram e viabilizem a votação ainda no 1º semestre. Para tanto ficou criado um Grupo técnico entre as centrais e governo para propor alterações no PL.

Sergio Luiz Leite, Serginho, 1º secretário da Central e presidente da Fequimfar considera, neste momento, fundamental a retirada de urgência para que possa haver um tempo maior para debates e principalmente esclarecer o real teor da proposta. “Queremos sim fortalecer as negociações coletivas sem subtrair direitos”, afirma Serginho.

BR2pontos.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *