“O brasil voltou, 20 anos em 2” – Eita ponte do futuro!

Falta trabalho para 27,7 milhões de brasileiros”, diz IBGE

É chocante ler a notícia de que falta trabalho para 27,7 milhões de brasileiros e que a força de trabalho do País é subutilizada.

Que recorde é este? Em vez de semear medidas para a geração de empregos efetivos e decentes, semeia-se a desesperança e o desalento.

Esta é a ponte para o futuro? Cadê a responsabilidade social do governo? Cadê a responsabilidade dos empresários?

Todos foram ávidos para aprovar “reformas” com a promessa mentirosa de que os trabalhadores encontrariam empregos com mais facilidade, de forma intermitente, com jornada reduzida, terceirizados, sem a CLT, que tanto “onerava” os custos das empresas e impedia as contratações, e sem a representatividade dos sindicatos.

Pois bem, a lei da reforma trabalhista foi aprovada do jeito que queriam e nem assim o emprego apareceu.

Cadê as ofertas de vagas? Quando elas virão? Depois que todo o contingente de trabalhadores com carteira assinada for demitido? Depois que o governo privatizar os Correios e a Embraer, vender a Petrobras, o sistema Eletrobrás e as reservas minerais e acabar com a produção industrial?

Pelo jeito o slogan do governo Temer está funcionando: realmente “O Brasil voltou, 20 anos em 2”.

O processo da exclusão social está se acelerando e não podemos admitir isso. Chega de retrocessos. A classe trabalhadora merece respeito!

 

Miguel Torres

presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM) e do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo/Mogi das Cruzes, vice-presidente da Força Sindical e um dos coordenadores do movimento Brasil Metalúrgico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *