Santa Rita do Sapucaí registra 680 comunicações de acidente de trabalho em 4 anos

As comunicações de acidentes de trabalho em Santa Rita do Sapucaí somaram 680 registros entre os anos de 2012 e 2016, o que coloca o Vale da Eletrônica na posição de número 74 em Minas Gerais. Os dados são do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, ferramenta do Ministério Público do Trabalho lançada no último dia 27 que tem o objetivo de subsidiar o desenvolvimento, o monitoramento e avaliação de projetos, programas e políticas de prevenção e acidentes e doenças no trabalho.

As lesões mais frequentes são corte, laceração, ferida contusa e punctura com 125 casos ou 18,38% do total; em seguida aparecem as fraturas (102); contusão, esmagamento (86); lesão imediata (81); escoriação, abrasão (69); distensão, torção (65); luxação (39); lesão imediata (24); doença (23) e queimadura ou escaldura (15).

Os dados do Observatório apontam que de 2012 a 2016 foram registrados 250 auxílios-doença por acidente de trabalho no período. O impacto previdenciário dos afastamentos somou R$ 1.245.258,12 com a perda de 35.984 dias de trabalho.

Os cinco motivos mais comuns, de acordo com os dados, são fratura ao nível do punho e da mão, dorsalgia, fratura na perna, fratura do antebraço e no ombro ou braço.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *