Nota Força Sindical: Manter a taxa Selic inalterada é estagnar a economia e a criação de emprego

São Paulo, 19 de setembro de 2018

A Taxa Selic continua extremamente proibitiva, e o Brasil perde novamente a oportunidade de apostar no setor produtivo devido ao excesso de conservadorismo de quem dirige a economia no País.

Juros altos inibem o consumo, prejudicam a produção e, por consequência, a geração de emprego. Aliás, somente a indústria paulista fechou cerca de 2.500 postos de trabalho em agosto.

Vale lembrar que o País tem ainda cerca de treze milhões de desempregados que, se somados aos desalentados e aos subocupados – que são os que gostariam de trabalhar mais horas por semana –, faltam perspectiva e trabalho para muito mais de trinta milhões de brasileiros.

Queremos que o governo tome a iniciativa de promover, verdadeiramente, a retomada do desenvolvimento nacional. E baixar os juros a níveis aceitáveis é parte fundamental do processo.

Só assim, a exemplo do que ocorre em outros países, vamos passar a ter um consumo mais acentuado, mais investimentos, mais empregos e renda.

Miguel Torres

Presidente interino da Força Sindical

João Carlos Gonçalves, Juruna

secretário-geral da Força Sindical

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *