Nota do SINDVAS sobre a PLR 2016 da Metagal

Alguns trabalhadores da Metagal questionaram a PLR 2016, votada da última semana. Por isso, o Sindicato torna público o seguinte comunicado:

“Todo o processo de negociação da PLR referente ao ano de 2016 ocorreu junto com os trabalhadores. Todos os passos da negociação passaram pelas assembleias na porta de fábrica e foram divulgados nos nossos meio de comunicação, site e facebook.

Os valores da PLR 2016 é resultado da aprovação dos trabalhadores.

O Sindicato não interferiu na escolha dos trabalhadores em levantar a mão durante a votação das propostas apresentadas que, aliás, foram 4 colocadas em votação.

Da mesma forma como os trabalhadores foram livres para votar, também foram livres para escolher ficar ou não na assembleia. Na unidade de Conceição dos Ouros, infelizmente, a maioria dos trabalhadores do primeiro turno foi embora durante a assembleia. Assim, deixando a decisão sobre a PLR para os que ficaram.

Para o Sindicato a proposta mais justa era a que oferecia a PLR de R$ 3 mil reais para quem cumpriu com o requisito do programa de NÃO FALTAR. Nesse caso, dos mais 400 trabalhadores, apenas 98 teriam a PLR no valor máximo por terem cumprido o contrato de trabalho na íntegra.

Mas, os trabalhadores decidiram pela proposta que beneficiava um número maior de pessoas, repartindo a PLR em valores individuais menores e premiando quem FALTA ao trabalho.

Não é o Sindicato que faz as regras do programa de PLR. Elas existem depois da aprovação dos trabalhadores também em assembleia.

O SINDVAS representa o trabalhador, sim ! E foi em respeito a essa representatividade que foram os trabalhadores que escolheram em votação o que pensavam ser o melhor. Representar é estar junto com a categoria em uma assembleia que tenha 300 ou 30 pessoas. Isso o Sindicato sempre fez e faz nas empresas de Santa Rita do Sapucaí, Cachoeira de Minas e Conceição dos Ouros e na Metagal na última semana.Infelizmente, o trabalhador tem memória curta e se esquece de todas as conquistas da categoria. Muitas vezes milita contra o seu Sindicato, não se associa, não fortalece a luta e abandona as assembleias.

No SINDVAS todos os associados tem voz no Sindicato e são recebidos pela própria presidente, ouvem e são ouvidos. Esses trabalhadores são representados com unhas e dentes.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *