Advogados dos sindicatos de trabalhadores entram na luta contra o fim dos direitos

Em reunião nesta segunda, 21 de agosto, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, dezenas de advogados com atuação em entidades sindicais de trabalhadores reuniram-se para debater a Lei da Reforma Trabalhista (13.467/2017) e como os departamentos jurídicos poderão colaborar com as ações do movimento sindical unificado na luta contra o “desmonte” dos direitos trabalhistas.

Miguel Torres, presidente do Sindicato e da CNTM (Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos) e vice-presidente da Força Sindical, coordenou o encontro que contou também com a presença do presidente da Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas (ABRAT), Roberto Parahyba, diretores do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo (Leninha e Sales), dirigentes metalúrgicos de outras bases e de outras categorias.

“Contra o fim dos direitos, vamos agir desde já com a mobilização dos trabalhadores por meio de lutas, protestos e greves, na escolha de uma representação política mais popular, social e trabalhista nas próximas eleições e com este tipo de ação coordenada entre os departamentos jurídicos dos nossos sindicatos e as entidades dos advogados trabalhistas que defendem relações de trabalho progressistas e que são, como nós somos, totalmente contrários à precarização das relações”, diz Miguel Torres.

Os advogados irão formar um grupo para troca de informações sobre o tema e de apoio às ações sindicais contra o fim dos direitos

 

Texto: Val Gomes (Imprensa CNTM)

Foto: Alex Líder

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *